CSI da limpeza

CSI da Limpeza

O combate a infecção hospitalar é um dos maiores desafios dentro do setor de saúde. Segundo levantamento realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 14% dos pacientes internados em hospitais são atingidos por algum tipo de infecção hospitalar.

Outro estudo, realizado por pesquisadores da Faculdade de medicina da USP, no Hospital das Clínicas, em São Paulo, apontou que, a limpeza correta e eficiente do ambiente hospitalar é capaz de remover mais de 90% dos micro-organismos nele presente.

Preocupada em manter o alto padrão de limpeza e higienização, além de contribuir para a segurança do paciente, a APOIO, em parceria com o Hospital 9 de Julho (H9J), em São Paulo, desenvolveu uma metodologia de avaliação da técnica e eficácia de seus processos de higienização no ambiente de saúde. A técnica consiste na aplicação de luz ultravioleta nas superfícies higienizadas.

Para ilustrar melhor a técnica desenvolvida, podemos compará-la ao método utilizado por peritos criminais que buscam por manchas de sangue utilizando luz negra e luminól em cenas de crime.

O teste de luz negra, como é conhecido, é uma ferramenta desenvolvida e utilizada pela APOIO para identificar se o processo de higienização do ambiente hospitalar foi realizado de maneira eficaz e seguindo os protocolos estabelecidos.

Antes de ser realizada a limpeza, 15 áreas diferentes do ambiente são marcadas com uma substância sensível a luz ultravioleta seguindo um rigoroso protocolo baseado no manual da Anvisa – Segurança do Paciente em Serviços de Saúde: limpeza e desinfecção de superfícies.

Após a realizado todo o processo de higienização, um enfermeiro responsável pelo processo de auditoria de qualidade inspeciona cada um dos marcadores para conferir se a limpeza foi realizada de maneira correta. Quando a superfície é higienizada corretamente, a Luz UV não detectará vestígios da substância aplicada.

Com base em uma amostragem de leitos, é possível gerar indicadores capazes de identificar a qualidade do serviço prestado e se a higienização dos ambientes foi realizada adequadamente. Além disso, a técnica permite a identificação de pontos de melhoria e se o treinamento das equipes da APOIO atendem às exigências regulatórias, dos órgãos certificadores e de cada cliente.

Conteúdos, dicas sobre terceirização de serivços

Visite nosso blog