COVID-19

A prevenção é a estratégia nos escritórios

A pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), gerou cautela e insegurança a toda população. O vírus, que já infectou mais um milhão de pessoas no país e vitimou mais de 65 mil, não abre espaço para descuidos. Por isso, a prevenção é a estratégia nos escritórios contra o COVID-19.

Fato ou não é que com o isolamento social, muitas empresas aderiram ao home office, entretanto, outras empresas sem poder exercer tal atividade, precisaram continuar o seu trabalho, dentro de uma perspectiva segura para os seus funcionários e frequentadores.

Um especialista em doenças infecciosas e chefe de saúde da Universidade de Michigan, afirmou em entrevista ao The New York Times, que não há modelo e nem manual para a reabertura. Dessa forma, seria difícil estruturar um plano único de reabertura universal.

No entanto, dentro dessa nova perspectiva, a retomada irá acontecer aos poucos. Sendo assim, é crucial que alguns métodos sejam aplicados pelas empresas para inibir o avanço da doença.

Recomendações especialistas

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), medidas de higienização de desinfecção são essenciais nesse momento. Além disso, criar uma cultura com os seus funcionários dentro do escritório é um ponto chave, sem contar a comunicação gradual com os colaboradores.

Segundo a Organização, toda a prevenção começa por meio do ambiente de trabalho sempre higienizado, levando em conta principalmente mesas, cadeiras, teclados, computadores e outros objetos.

Por outro lado, os funcionários precisam ser “provocados” a tornar todo tipo de prevenção um hábito daqui para frente. E como fazer isso? Manter abastecidos recipientes de higienização das mãos, avisos incentivando a lavagem das mãos, além da promoção de workshops de segurança e prevenção.

No entanto, as boas condições respiratórias são fundamentais dentro de ambientes fechados e de grande circulação como escritórios. Obrigue o uso de máscaras, além de distribuição de lenços no local. Por outro lado, peça que qualquer colaborador que apresente febre ou tosse não vá ao escritório.

Analise as necessidades

As medidas de prevenção são essenciais a fim de evitar a proliferação do vírus. Você reparou que o home office quebrou alguns paradigmas, certo? Então, a Organização Mundial da Saúde pede avaliação!

Antes das reuniões e eventos, certifique-se se é necessário que seja presencial. No entanto, se houver necessidade, diminua a quantidade de pessoas. Quanto menos presentes, menor o risco.

Para acessar as dicas completas e ficar por dentro das orientações da OMS, acesse o site da Organização clicando aqui!

junte se a nós

Faça parte de nosso time!

Trabalhe conosco